Porquê uma APENA

A APENA nasce à semelhança das suas homólogas europeias, agrupadas na EFIB – Federação Europeia de Engenharia Natural, tendo já sido reconhecida por esta.

Esta iniciativa baseia-se na experiência existente em Portugal, dentro e fora das universidades, e na articulação com associações congéneres do espaço mediterrânico (AEIP em Espanha e AIPIN, em Itália), de que são exemplos a recente adaptação para português do “Manual de Técnicas de Engenharia Natural” e “Linhas Directrizes para Aplicação da Engenharia Natural e de Boas Práticas de Gestão do Território em Meio Mediterrânico”.

Partilhar nas Redes Sociais
Share on FacebookShare on LinkedIn

comentários